Blog da

Como reduzir custos na empresa sem prejudicar a produtividade?

Como reduzir custos na empresa sem prejudicar a produtividade?

Reduzir custos na empresa sem interferir na produtividade é o objetivo de todo empresário. Não é para menos: ao conseguir diminuir os custos, é possível alcançar uma maior lucratividade e faturamento. O grande desafio, porém, é fazer esses cortes sem perder o ritmo de produção e faturamento.

Se você se vê às voltas com essa questão, acompanhe o post de hoje, pois listamos algumas dicas para ajudá-lo:

Banco de horas

O banco de horas é uma boa solução para reduzir custos na empresa porque ele permite a concessão de folgas ao funcionário, em vez do pagamento de horas extras. Assim, o negócio consegue aumentar sua produtividade sem que haja também aumento dos gastos.

Otimização de jornada e desempenho

A otimização da jornada de trabalho a fim de melhorar o desempenho dos profissionais é outra maneira de aumentar a produtividade sem ter maiores custo. Para isso, algumas estratégias que podem ser tomadas são reorganizar as equipes e desenvolver um ambiente de trabalho produtivo e organizado, em que os colaboradores se sintam bem.

Otimização de processos internos

O tempo gasto com os processos internos da empresa, como emissão de nota e, encaminhamento de documentos de um funcionário para outro acabam por tomar tempo que poderia ser melhor empregado.

Reveja esses processos para eliminar o que é desnecessário e foque em simplificar o que precisa ser mantido para maximizar a produção. Porém, lembre-se de que, mesmo de forma simplificada, é preciso ter organização e os dados necessários para gerenciar corretamente a empresa.

Investir em um software de ERP (Enterprise Relationship Planning) é uma boa solução, uma vez que ele facilita a organização dos processos internos, reduz o trabalho redobrado e otimiza o tempo dos colaboradores, permitindo uma maior produção.

Cuidados com materiais de uso interno

A sobra ou o mau uso dos materiais internos e o descontrole do almoxarifado são grandes gargalos financeiros para muitas empresas. Felizmente, esses problemas podem ser facilmente resolvidos. Algumas medidas simples permite reduzir esses custos sem afetar a produção.

Gestão de fornecedores

É comum que metade do faturamento de uma empresa seja gasto em pagamentos a fornecedores. Por isso, renegociar dívidas, prazos e produtos pode diminuir os custos da empresa sem alterar a produtividade. Outra boa dica é fazer uma nova seleção de potenciais fornecedores com custos mais atrativos e produtos de qualidade idêntica.

Atenção a tarifas bancárias

Instituições bancárias são conhecidas por cobrar altas taxas e tarifas. Ficar de olho nesse tipo de despesa pode representar uma boa economia, sem risco de afetar as vendas e a produtividade da empresa.

Comece a analisar os custos com transferência, saques e adiantamentos. Esses costumam ser os principais valores cobrados e que aumentam os custos da empresa.

Giro de estoque

O congelamento de produtos no estoque representa custo desnecessário e direto. Identifique o que está parado, faça uma promoção e reorganize as compras. É mais em conta ter o dinheiro para giro do que manter mercadorias congeladas e que dificilmente serão vendidas.

Com essas ações e um bom planejamento, é possível reorganizar as finanças e reduzir os custos na empresa sem afetar negativamente a produtividade e a qualidade do serviço ou produto final. Gostou do conteúdo? Então veja também como a gestão de benefícios auxilia o RH a ser mais produtivo!

Comentários