Blog da

Conflito de gerações: saiba como lidar na sua empresa

Hoje, o conflito de gerações ultrapassou a barreira pessoal e já está afetando o trabalho nas organizações. Uma pesquisa realizada pela Câmara Americana de Comércio (Amcham) indicou que 7% das empresas têm conflito de gerações. Isso acontece não apenas pela diferença de idade, mas também pela forma como elas veem o trabalho e aprendem. Ao juntar os baby boomers, a Geração X e a Geração Y, é comum haver divergências pelos diferentes estilos e formas de verem os negócios.

Baby boomers

Os baby boomers são pessoas nascidas nas décadas de 1940 e 1950, que acreditam que o trabalho está acima de tudo e, por isso, são fiéis ao emprego e valorizam muito o crescimento profissional. Eles costumam ser metódicos, entendem liderança como uma forma de controle e são bastante resistentes às mudanças. Logo, a tecnologia pode ser uma grande barreira para esse grupo.

Geração X

A Geração X compreende os nascidos nas décadas de 1960 e 1970, que já buscam um equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal e, apesar de valorizarem o trabalho, costumam ser mais empreendedores. Eles costumam trabalhar em prol dos objetivos da empresa, porém são bastante inseguros em perder o trabalho para a Geração Y. A tecnologia foi algo inserido ao longo da vida deles e, embora tenham alguma dificuldade com ela, costumam se sair bem.

Geração Y

A Geração Y é nascida nas décadas de 1980 e 2000 e trata de pessoas mais informais e imediatistas, o que faz com que não permaneçam muito tempo em uma empresa e não se envolvam em projetos de longo prazo. O trabalho, para eles, precisa dar prazer, mas não pode comprometer a vida pessoal. Para esse grupo, trabalhar de maneira informal, com muitos desafios, flexibilidade e tecnologia seria o ideal.

Com tanta diferença entre essas gerações, é comum que em um ambiente de trabalho em que haja tanta mistura de perfis surjam conflitos, mas, quando estes são bem administrados, é possível torná-los positivos.

Como lidar com o conflito de gerações

Não é uma tarefa nada fácil lidar com o conflito de gerações porque, devido aos diferentes métodos de trabalho, perde-se muito tempo para resolver essas diferenças. Porém, as empresas não podem optar apenas por uma geração, uma vez que todas elas contribuem de alguma forma para o seu desenvolvimento.

Entenda o potencial de cada profissional

É importante compreender o potencial dos colaboradores e valorizá-los, de modo que as tarefas sejam direcionadas de acordo com o que cada um faz melhor.

Aprenda a ouvir

Um bom líder tem de aprender a ouvir o que todos têm a dizer dentro de sua empresa. Assim, é essencial aproveitar ideias que forem sugeridas com diferentes visões.

Respeite as diferenças

É preciso saber respeitar as diferenças, sem tentar impor conceitos com os quais os funcionários não concordem. Dessa forma, fica mais fácil evitar o conflito entre as gerações.

Relacione-se bem com todas as gerações

O líder deve relacionar-se bem com todas as gerações, pois ele procura ser seguido e respeitado para que o trabalho flua melhor. Além disso, como as equipes nem sempre serão formadas por profissionais de uma mesma geração, é importante estimular o trabalho em equipe e ter uma boa relação com os liderados. Para isso, contar com uma boa área de recursos humanos é essencial.

Converse mais

O diálogo ainda continua sendo a melhor forma de administrar o conflito de gerações. Por isso, é preciso encontrar uma cultura que valorize todas elas para que os funcionários consigam entender a diversidade e a importância de cada um para a empresa. Trocar ideias é fundamental nessas horas.

Não é tão difícil lidar com o conflito de gerações dentro de uma empresa. Você está passando por uma situação assim? Deixe seu comentário! Aproveite para conhecer também 5 dicas para motivar seus colaboradores.

 

Comentários