fbpx

Blog da

Como implementar um bom plano de cargos e salários na empresa?

Funcionários mais e menos capacitados, com muito tempo de casa ou iniciantes, trabalhando em funções muito específicas ou em equipe: como definir plano de cargos e salários adequados a tantas particularidades dentro de uma mesma empresa? Estruturar os cargos de uma companhia de forma que esses estejam de acordo com a hierarquia interna e em equilíbrio com os valores praticados pelo mercado é um dos grandes desafios do departamento de recursos humanos.

Se bem praticado, o plano de cargos e salários colabora para a eficiência dos negócios, boa dinâmica interna e consistência dentro da organização. Por outro lado, se existe um desequilíbrio, funcionários que trazem pouco retorno mas mesmo assim possuem altos salários, grandes talentos acabam partindo para a concorrência em busca de uma remuneração mais competitiva.

E para te instruir sobre qual a melhor forma de estruturar um plano de carreira dentro da empresa e fidelizar o que sua empresa tem de melhor, listamos no post de hoje algumas práticas que, certamente, farão a diferença na obtenção de melhores resultados. Acompanhe a seguir!

Como funciona?

Para estruturar um plano de cargos e salários realmente eficaz, o primeiro passo é entender as funções e atribuições de cada empregado, além de qual melhor maneira ele se encaixa dentro da empresa. Os próprios funcionários podem colaborar elencando seus principais deveres e responsabilidades diárias, com aval de seus gestores. Também é importante saber quais competências e habilidades são necessárias para que aquela função seja corretamente desempenhada.

É importante entender o nível de remuneração que a empresa pratica atualmente para cada função, além de políticas internas, aspectos estratégicos e administrativos de todas as relações envolvendo os funcionários.

Não é raro que nessa etapa sejam identificados trabalhadores que desempenham funções das quais, teoricamente, não têm qualificação para exercer. É uma oportunidade para trabalhar também programas internos de desenvolvimento e capacitação focados nas principais deficiências encontradas diante das avaliações.

Ouro, prata e bronze

Como o objetivo é criar uma hierarquia que permita padronizar os salários dentro de funções equivalentes, o próximo passo é avaliar os cargos e definir em quais categorias cada um deles se encaixa.

Existem algumas metodologias para criar essa classificação. O mais importante nesse caso, independente da metodologia escolhida, é elencar quais tipos de requisitos são estratégicos para aquela organização, como especificar no quê se baseia o bom funcionamento do negócio, se depende de experiência profissional, da execução de um trabalho complexo ou da especialização em um tema, por exemplo

A partir daí, avalia-se a importância de cada cargo e elabora-se um ranking no qual aqueles que estão no topo representam as funções que mais exigem, e por isso, devem ser melhor remunerados.

Paridade com o mercado

Na hora de definir quais salários estão de acordo com cada função dentro da empresa, é fundamental obter elementos de comparação com o mercado em que ela está inserida. Entender como se posicionam os concorrentes (marcas da mesma região, porte ou atividade) é a melhor maneira de reter seus maiores talentos.

Enquadramento

Depois de entender os cargos e pesquisar sobre o mercado, é hora de cruzar as duas informações para estruturar uma política de cargos e salários condizente com os resultados encontrados. É a hora de calcular a faixa salarial para cada categoria de funcionários. Além das alterações na estrutura presente com eventuais promoções ou recolocações (que devem ser avaliadas individualmente junto ao RH e aos gestores de cada profissional), é importante que as políticas de crescimento dentro da companhia estejam claras, bem como os critérios de avaliação dentro de cada função.

Não é tarefa complicada aplicar bons planos de cargos e salários na empresa, todavia, é necessário planejamento que conduza de forma adequada esse processo. Caso você ainda tenha dúvidas ou queira deixar algum questionamento acerca do tema, comente o post e venha participar da conversa.

Comentários