Blog da

recrutamento e seleção

9 principais técnicas de recrutamento e seleção para você investir

O processo de recrutamento e seleção lida com um dos principais capitais da empresa: os colaboradores. São eles que garantem o sucesso de uma organização. Sendo assim, encontrar a pessoa que se encaixe perfeitamente em uma determinada vaga sempre é um desafio. Por outro lado, os profissionais de gestão de recursos humanos muitas vezes encaram essa tarefa como corriqueira e sua execução acaba sendo praticamente automática.

Mas vale lembrar que, além da busca pelo colaborador ideal, o processo de recrutamento e seleção diz muito sobre a empresa. Nesse sentido, a inovação é uma maneira de sair da mesmice e garantir uma assertividade das escolhas. Quer conhecer as principais técnicas de recrutamento e seleção para você investir e contratar novos talentos? Então siga a leitura do post. 

1. Inbound Recruiting

Essa estratégia se inspira no Inbound Marketing, que tem o objetivo de atrair leads e clientes para uma empresa e educá-los sobre o serviço ou produto que é oferecido.

Já no Inbound Recruiting, a ideia é entender o perfil de candidato que a empresa quer atrair, definir uma jornada atrativa para ele, em que será despertado, por meio de conteúdos, seu desejo de trabalhar na organização.

2. Vídeos

Uma tendência dos processos de recrutamento e seleção é a divulgação de uma vaga por meio de um vídeo. Esse job description audiovisual acaba despertando o interesse de um público conectado nas redes sociais, por exemplo.

O vídeo também pode ser usado em outras etapas do processo, tornando-o mais ágil. Uma opção interessante é pedir que os candidatos enviem vídeos de apresentação. O RH poderá utilizar esses arquivos em algum momento da seleção.

3. Redes sociais

E por falar em redes sociais, elas também se tornaram um canal de contato entre empresas e candidatos. O LinkedIn, hoje, é amplamente utilizado como ferramenta de recrutamento, ultrapassando seu objetivo inicial, que era apenas conectar profissionais.

No LinkedIn, as empresas podem encontrar a maior parte das informações que precisam a respeito de um candidato. As demais redes, por outro lado, fornecem mais dados pessoais, que também podem ajudar no processo.

4. Inteligência artificial

A inteligência artificial está presente em diversas áreas e não poderia ser diferente nos Recursos Humanos. Muitas empresas já estão utilizando os robôs virtuais, ou chatbots, para conversarem com candidatos, coletar dados básicos e realizar uma entrevista inicial.

Isso não significa que os profissionais de RH serão substituídos por robôs. Nos processos de recrutamento e seleção, a inteligência artificial ajuda filtrando os candidatos conforme os requisitos.

5. Mapeamento comportamental

A análise do comportamento ajuda o gestor a se certificar de que o perfil do candidato é realmente adequado para a empresa. Assim, a seleção acontece por competências, o que é muito importante para as organizações.

Essa técnica permite ir além do levantamento das habilidades técnicas de uma pessoa, já que sabemos que isso nem sempre é suficiente no dia a dia de uma empresa. Nesse sentido, o mapeamento comportamental permite predizer as tendências de comportamento, ajudando na tomada de decisão por parte do gestor de RH.

6. Dados estatísticos

Uma técnica de recrutamento e seleção que vem sendo cada vez mais utilizada, principalmente por sua praticidade. Isso porque ela permite análises estatísticas dos perfis dos candidatos que apresentam maior probabilidade de sucesso dentro do que a empresa procura.

Os padrões da ferramenta são definidos a partir dos dados sobre os colaboradores que já trabalham na empresa e que apresentam boa performance. Assim, o software consegue fazer uma predição objetiva e assertiva do perfil ideal para aquela organização.

7. Provas online

As provas online possibilitam que o gestor de RH averigue as habilidades técnicas do candidato, por exemplo. Isso inclui redações, provas de Excel, inglês etc. Além da realização do teste ser automática, a correção também é, o que facilita muito para os recrutadores.

Muitos departamentos de Recursos Humanos também estão utilizando essa ferramenta para substituir antigas técnicas de recrutamento e seleção. Confira algumas.

Teste de conhecimento

Ferramenta antiga, mas eficaz nos processos de seleção, o teste de conhecimento é importante, por exemplo, para o preenchimento de uma vaga que exija experiência no cargo. 

O teste de conhecimento possibilita que se conheçam as qualificações do candidato e tudo o que ele pode oferecer para a empresa, já que o gestor consegue ter uma visão mais clara do desempenho do entrevistado.

Teste psicológico

Preparados por psicólogos, hoje esses testes podem ser feitos de maneira online também. Eles permitem conhecer as aptidões de raciocínio lógico e abstrato do candidato, além de seu estado emocional, personalidade, etc.

As metodologias são sempre baseadas em uma sólida teoria, mas, para atender à rotina da empresa, são apresentadas de maneira simplificada.

O teste psicológico até hoje é uma técnica importante porque, muitas vezes, questões relacionadas à personalidade, quando somadas à cultura da empresa, podem ser determinantes para o desempenho do colaborador e sucesso da organização.

8. Entrevista

A entrevista é a mais tradicional técnica de recrutamento e seleção. Por meio dela é possível saber quais são os objetivos do candidato e perceber alguns detalhes sobre sua personalidade.

Mas até mesmo a entrevista ganhou novas formas de ser aplicada:

  • em grupo;
  • por competência;
  • comportamental;
  • não padronizada, entre outras.

Não importa a técnica utilizada, o principal objetivo da entrevista é saber se o candidato se encaixa na vaga e, mais do que isso, na cultura da empresa.

9. Pool de talentos

Trata-se de um método eficiente que consiste na criação de uma base de dados com candidatos em potencial. O pool de talentos é um passo a mais em relação ao banco de talentos, construído por currículos de candidaturas recebidas em outros processos.

Nessa nova técnica, são incluídos também perfis de candidatos encontrados pela empresa na web, tornando o recrutamento mais ágil e assertivo.

Enfim, para que a organização encontre o colaborador com as habilidades que a vaga exige e, ainda, que se adapte à cultura da empresa, é fundamental investir em técnicas de recrutamento e seleção. Hoje, há várias que, ao mesmo tempo em que agilizam o processo, conseguem identificar pontos importantes na competência e personalidade do candidato.

Agora que você sabe como atrair esses talentos, que tal aprender também a evitar que eles deixem a empresa? Leia nosso artigo com dicas para evitar uma alta rotatividade de colaboradores.

Comentários