Blog da

Millennials: 4 características dessa geração no ambiente trabalho

Millennials: 4 características dessa geração no ambiente trabalho

Questionadores, conectados, inquietos. A geração millennials é nova dentro das empresas, mas promete ocupar pelo menos 50% da força de trabalho nas organizações até 2050, segundo uma pesquisa da PWC.

Nascida entre 1980 e 1994, a também conhecida geração Y, trouxe uma nova configuração e desafios ao mercado. Por isso, nos tópicos a seguir explicaremos sobre algumas das principais características desse grupo e a importância de conhecê-las por parte dos gestores de RH. Confira!

1. Equilibram a vida pessoal e a profissional

A geração millennials tem uma característica que os diferenciam bastante de seus pais (baby boomers) no ambiente profissional. Se antes as pessoas viviam para o trabalho, hoje, a realidade mudou. A geração Y procura o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, sendo que para eles é indissociável essa relação. Ou seja, além do sucesso no trabalho, eles querem ter tempo para estar com a família e os amigos e ainda se divertirem.

Os RHs que desejam conquistar esses talentos precisam primeiramente focarem em um recrutamento e seleção menos engessado. Isso quer dizer que a flexibilidade com relação aos benefícios deve ser uma preocupação dos gestores. Essa geração aceita, por exemplo, menores salários, porém, em compensação, querem maior autonomia, horário de trabalho ajustado e um ambiente que integre inovação e bem-estar!

2. São ambiciosos

Os jovens profissionais têm outra característica marcante: eles são ambiciosos. Isso faz com que eles exijam das empresas oportunidades de crescimento acelerado — não têm medo de pular etapas para conseguir ascender profissionalmente. Ao mesmo tempo que os millennials procuram maior qualificação, essa ambição gera ansiedade e pode causar conflitos entre gerações.

Por isso, ainda no processo de seleção, a empresa precisa deixar claro que existe um plano de carreira e que as etapas são imprescindíveis para o desenvolvimento do profissional.

3. São mais exigentes

Os millennials também são bastante exigentes tanto com a sua formação quanto com as empresas que os contratam. No primeiro caso, eles procuram nos cursos mais experiências reais do que teoria, além disso, buscam aquelas organizações capazes de oferecer incentivos, como treinamentos especializados, subsídio para cursos etc.

No entanto, as exigências não se restringem a esses dois aspectos. A geração millennials espera um compromisso maior das companhias com relação à ética, questões sociais e ambientais, entre outras.

Por isso, para conseguir captar os talentos que pertencem a esse grupo, a organização precisa reavaliar o seu propósito diante do mercado e ver se ele está de acordo até mesmo com o que os consumidores esperam. Lembrando que estes últimos também são mais exigentes e querem adquirir produtos e serviços de empresas comprometidas.

4. Mudam constantemente

Fazer a diferença para o mundo. Essa talvez seja a frase que melhor descreva os objetivos dos millennials. Isso faz com que eles sejam bastante propensos a mudanças, o que traz as suas vantagens e desvantagens para a empresa. Ao focar na contratação de profissionais, a organização tem mais chances de implementar desafios, visto que esses colaboradores não costumam pestanejar diante deles.

No entanto, a companhia precisa estar atenta, pois eles costumam deixar a empresa se recebem propostas melhores. Ou seja, eles não costumam pensar tanto no que a organização tem planejado para eles daqui a dez anos, por exemplo. Essa geração quer fazer diferença — e essa necessidade é imediata.

Enfim, a geração millennials tem muitas especificidades e essas são algumas das principais. No entanto, a empresa precisa não só entender sobre ela, mas também como quebrar barreiras para que os millennials aprendam a conviver em harmonia com as outras gerações. A organização tem muito a ganhar com esse trabalho. 

E então, o que achou do nosso artigo? Quais outras características você acredita serem determinantes nessa geração? Deixe o seu comentário!

Comentários