5 razões para sua empresa oferecer vale-refeição aos colaboradores

Quando o assunto é a concessão de benefícios das empresas, muitos profissionais observam se elas oferecem o vale-refeição. Esse cartão, que é passado nas maquininhas de restaurantes e outros estabelecimentos alimentícios, é tão prático que se torna desejado pelos colaboradores.

Mais que isso, o vale-refeição é um agente inspirador. No pacote de benefícios de uma empresa, ele funciona como uma ferramenta para garantir um bom relacionamento com a companhia. Bem alimentado, o colaborador se torna mais produtivo, focado e interessado pelos objetivos da empresa para a qual trabalha.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e conheça 5 razões para sua empresa oferecer vale-refeição aos colaboradores.

1. Garante a alimentação no intervalo entre jornadas

A empresa que distribui o vale-refeição entre seus colaboradores tem uma garantia maior de que eles vão se alimentar no intervalo entre as jornadas de trabalho. Por meio do cartão, eles escolhem o local onde vão comer e a quantia que será gasta, em vez de se preocuparem com o preparo de marmitas ou lanches.

Como o intervalo entre jornadas dura em média 1 hora, os profissionais desejam se alimentar e aproveitar o restante do tempo descansando. Com o vale-refeição, é possível escolher um restaurante ao lado de uma biblioteca, praça ou até mesmo dos recentes hotéis que oferecem poltronas pagas para cochilo.

2. Faz a empresa obter incentivo fiscal do PAT

PAT é o Programa de Alimentação do Trabalhador, um incentivo do Governo Federal que garante benefícios para empresas e seus colaboradores. Criado em 1976, com o objetivo de garantir a saúde nutricional dos trabalhadores, o programa oferece uma redução no valor do imposto de renda equivalente a um benefício alimentar.

Como se trata de um programa facultativo, cabe às empresas solicitarem o incentivo fiscal junto ao poder público. Seu principal benefício é um desconto máximo de 4% do valor devido ao Imposto de Renda. Para os colaboradores, isso se converte em não dedução quando eles ganham até cinco salários mínimos.

3. Otimiza os gastos e a logística com alimentos

A empresa deve oferecer ao trabalhador que é contratado sob a Consolidação das Leis do Trabalho algum benefício alimentar. Ele pode ser a cesta básica, o vale-refeição ou um refeitório que prepara e serve os alimentos. Dos três, o refeitório é o mais dificultoso, pois exige estrutura e logística da companhia.

A cesta básica fornece uma parte dos alimentos consumidos no mês, no entanto, precisa de um cronograma de entregas em domicílio para que todos consigam receber o benefício. Já o vale-refeição, cumpre o dever de alimentar o colaborador e é apenas um cartão recarregado mensalmente pelo empregador.

4. Permite o controle por meio de software

Convenhamos que o vale-refeição é prático, né? Cada colaborador recebe o seu, personalizado e com senha própria. Ele usa o cartão como desejar, podendo poupar ou usar a totalidade em suas refeições. E na hora de recarregar cada cartão, a empresa faz isso por meio de software.

Ademais, existem cartões que permitem o agendamento prévio das recargas, poupando tempo e esforço da equipe de Recursos Humanos. Além disso, o software pelo qual é feita a recarga também é usado como canal para controle, bloqueio e relacionamento entre empresa e fornecedora do vale-refeição.

5. É um excelente incentivo para os profissionais

A empresa pode usar o vale-refeição como incentivo para os profissionais que já fazem parte do seu quadro e para aqueles que desejam trabalhar com ela. Quem se encontra na empresa e recebe o cartão tem uma percepção diferente da companhia, pois isso demonstra a preocupação que ela tem com cada colaborador.

Desse modo, o incentivo serve como agente motivador, despertando a produtividade e o interesse de cada profissional pelos objetivos da companhia. E quem está de fora, enxerga a empresa como um bom lugar para trabalhar, pois vê os demais colaboradores motivados — ou seja, atrai e retém talentos.

Considere o vale-refeição entre os benefícios que a sua empresa oferece para os profissionais. Pense nas vantagens dele e busque um parceiro experiente e com conhecimento para concretizar essa ação.

Gostou do nosso artigo?Assine nossa newsletter e receba por e-mail outras dicas que podem ajudar sua empresa e facilitar a vida dos seus colaboradores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *